Juiz Federal da 3a Turma Recursal do Paraná. Doutor em Direito da Seguridade Social (USP). Coordenador da Pós-Graduação em Direito Previdenciário e Processual Previdenciário da ESMAFE-PR. Presidente de Honra do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário - IBDP. Professor do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciência Jurídica da UNIVALI.

domingo, 15 de julho de 2012

Jornada Acadêmica no Peru, uma verdadeira maratona


Animados pelo estudo do constitucionalismo Latino-Americano e na busca de produção de conhecimento em uma perspectiva transnacional, estivemos no Peru na semana de 2 a 6 de julho último passado, juntamente com outros 5 professores dos Cursos de Doutorado e Mestrado em Ciência Jurídica da Univali. Tive a honra de participar, como conferencista, de 4 eventos internacionais de grande porte. Também nesta semana ocorreu o lançamento internacional do Livro “Direitos Fundamentais da Pessoa Humana: Um diálogo Latino-Americano”, publicado pela Alteridade Editora.


Entrega de Certificado pelo Presidente da Corte Superior de Justicia de Lima, Dr. Hector Enrique Lama More (à direita), e pelo Juiz Superior Coordenador da Escola, Dr. Gino Yangali  Ipararraguirre  (ao centro). 


No dia 04/07/2012, na cidade de Juliaca, fronteira entre Peru e Bolívia e a 30 minutos do Lago Titicaca (quase 4 mil metros de altitude), participamos do Congresso Proteción del Medio Ambiente de Acuerdo a Estandares Internacionales, organizado pela Universidade Andina, onde proferi a conferência “O Paradigma da Sustentabilidade e o Direito de Proteção Social”.  A ideia fundamental da exposição foi a de explorar a sustentabilidade como pano de fundo para o desenvolvimento humano e social. Para tanto importante uma abordagem conjunta dos temas de justiça social, equidade e sustentabilidade (em sua dimensão social). 

No mesmo dia e cidade participamos do I Congreso Internacional Derecho Minero y Ambiental, realizado pelo Ilustre Colégio de Advogados de Puno.  O tema de minha exposição foi “Lo que puede ser tomado en serio y lo que no puede ser tomado en serio en la jurisprudencia de los derechos económicos, sociales y culturales”,  consistente em uma crítica à jurisprudência do Supremo Tribunal Federal em tema desses direitos humanos de segunda dimensão. 

No dia 06/07/2012, pela manhã, participamos do Curso de Capacitación del Área Laboral de la Corte Superior de Justicia de Lima. Tendo como público juízes de primeira e segunda instância com competência em matéria trabalhista , cível e previdenciária (contencioso administrativo) e a propósito da Nova Lei Processual Laboral que em breve entrará em vigor, desenvolvi o tema “Derecho al Proceso Justo”, colocando ênfase na necessidade de se preservar a qualidade do trabalho jurisdicional em tema de direitos fundamentais, ainda que em tempos de uma verdadeira onda pela agilidade da Justiça.

Foto: Da esquerda para a direita: Prof. Dr. José Antonio Savaris, Dr. Gino Yangali  Ipararraguirre, Prof. Dr. José Carlos Machado e Prof. Dr. Josemar Soares.  









Na mesma data, pela noite, tivemos o privilégio de participar do Congreso Internacional "Derecho Constitucional, Medio Ambiente y Transnacionalidad”, realizado na Corte Suprema de Justiça da República do Peru. Ali pude compartilhar o desenvolvimento do  núcleo de minha tese de doutoramento, com exposição sob o tema “Globalización, Crisis Económica, Consecuencialismo y la Aplicación de los Derechos Económicos, Sociales y Culturales”. O evento foi organizando pelo Professor Guido Aguila Grados, advogado Diretor da EGACAL e doutorando bolsista (CAPES) do Curso de Doutorado da Univali, sob minha orientação.

Nesse evento foram lançados os livros “Direitos Fundamentais da Pessoa Humana: um diálogo Latino-Americano”, publicado pela Alteridade Editora, e “Derecho Constitucional – Doctrina”, coletânea de artigos com as conferências que integraram esse congresso internacional. 

Meus agradecimentos ao Prof. Guido Aguila, pela brilhante organização do evento e pela singular acolhida em terras peruanas; Aos Professores Doutores José Carlos Machado e Paulo Márcio Cruz, pelo apoio institucional (UNIVALI) e pela amizade; Aos colegas Doutores Josemar Soares, Marcos Garcia Leite e Álvaro Borges de Oliveira, pelo especial companheirismo  manifestado durante a Maratona Inca.

2 comentários:

  1. Parabéns, Dr. Savaris, por mais essa, merecida, vitória e, certamente, pelo brilhantismo nas palestras que proferira, a exemplo das que já tive a honra de assistir. Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Grato pela gentil mensagem, amigo Malcon. Estamos projetando para o ano que vem um evento internacional na área da Seguridade Social. Quando nós tivermos mais detalhes, voltamos a conversar. Abraços. Savaris

    ResponderExcluir